Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Miserável

Miserável exposto ao nada
gira como um cata-vento,
á despertar ilusões.
A fome é a faca
de dois gumes
e o pão, seguimento infame.                                                      A A ermo se vai á grimpar,
expondo a espada á frente.
A luta é livre, no ergástalo
sombrio da mente.
 Na ermida, atrás do morro,
há rima de cólera e dor.
Divina noite de estrela,
com negros traços do horror.
O pobre implora em segredo,
nada mais que a paz.
Nada mais que um nome,
nada mais que o amor.


         Branca  Tirollo
limaodoce
Enviado por limaodoce em 18/07/2005
Reeditado em 19/10/2008
Código do texto: T35279
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
limaodoce
São Paulo - São Paulo - Brasil, 61 anos
147 textos (10355 leituras)
4 áudios (215 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 12:09)
limaodoce