Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MELANCOLIA

MELANCOLIA.

Eu já não choro mais,
Nem faço versos,
Tampouco lamento pelos dias
Que o hoje passo de infortúnios;
A angústia de viver sem ter porquê,
Na loucura de amar quem não me ama...

Melancolia!
Que fizeste de mim?
Um ser vazio,
Simples pedaço do mundo
Que caminha sem destino,
Em busca do não-ser...

Melancolia!
Vejo-te nos meus olhos,
Enxergo-te nos meus sonhos,
Imagino-te em minha mente,
Como um céu de sofrimentos
E um inferno de prazeres,
Que eu não sei por que,
Nem, como explicar,
Se erguem
E me seguem a cada passo.

Onde a alegria contagiante da infância?
Onde a calma felicidade da adolescência?
Qual! Nem sei se as tive...
Tanto que aprendi a te adorar.
Sim, porque eu te adoro,
Melancolia!
EMILIO CARLOS ALVES
Enviado por EMILIO CARLOS ALVES em 02/10/2005
Código do texto: T55643
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
EMILIO CARLOS ALVES
Santos - São Paulo - Brasil, 69 anos
167 textos (52055 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:32)
EMILIO CARLOS ALVES