Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A ÓRFÃ

Numa caminhada pela avenida,
Encontrei uma criança pela rua;
Observei que ela era mui sofrida
E estava maltrapilha, quase nua.

Parei e rapidamente perguntei:
-”Como é a tua vida?”
Com calma, a resposta eu esperei,
Enquant'ela chorava lágrima sentida:

- Seu moço! Não consigo nem falar.
Por favor, espere só um momento;
Preciso meu coração acalmar,
Pra relatar o meu sofrimento:

- Quando eu era inocente e pequenina,
Meu pai me abandonou e foi embora;
Minha mãe doente e tão franzina,
Desesperou-se naquela triste hora.

Passamos muitos anos de padecimento,
Até que mamãe de papai esqueceu;
Mas, sua doença agravava a todo o momento,
E nesta tarde, seu moço... Mamãe morreu!
João Barbosa
Enviado por João Barbosa em 07/10/2005
Código do texto: T57628
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Barbosa
Extrema - Minas Gerais - Brasil, 68 anos
160 textos (10966 leituras)
3 áudios (130 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:46)
João Barbosa