Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poeta triste


Um poeta que morre de tristeza

-de overdose do verbo sofrer-

Depois de morto vai ter que beber

uma dose de dor na sobremesa.

Pois, do poeta, a triste natureza

é mais que uma droga consumida.

É como o ar, a água, a comida...

o pão da vida posto sobre a mesa.


Messias
Enviado por Messias em 22/10/2005
Código do texto: T62151
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Messias
São Paulo - São Paulo - Brasil, 52 anos
8 textos (330 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:12)
Messias