Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lembranças.

Essas lembranças que me vêm a todo tempo
Vêm, vão e voltam como rajadas de vento.
Não consigo controlar, dominar esse movimento.
Minha mente torna-se um moinho, um cata-vento.
É todo um tormento que não agüento.
Parar, desviar, sublimar, tenha certeza: eu tento!
Porém, ainda não encontrei o ungüento,
Quem me fará curar desse sofrimento.
Devo buscar num passa-tempo
Motivo tal para finalizar esse sofrimento.
Que me venha alegrar e trazer contentamento.
Voltar a viver o cumprimento
Mesmo não sendo rápido, mesmo a passos lento.
FÁBIO BARBOSA
Enviado por FÁBIO BARBOSA em 22/10/2005
Código do texto: T62198

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FÁBIO BARBOSA
Olinda - Pernambuco - Brasil, 37 anos
120 textos (7815 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:43)
FÁBIO BARBOSA