Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OJERIZA

Não quero saber de teu consciente aborto                                                                                       Nem das suas indigestas pílulas do dia seguinte
Não quero saber das orgias com suas amiguinhas
Nem de seus outros relacionamentos não convencionais
Não quero saber de tuas noitadas no Rio S.Paulo ou salvador
Nem quero saber se você é dos anjos já da meia idade
Não quero saber de seus santos Thiagos adolescentes
Nem quero saber de sua relação com seus sócios
Não quero saber da excitação que em tudo isso sente
Nem se grita na cama como louca demente
Não quero saber de bexigas erguidas
Nem das aspirações de sua barriga indecente
Não quero saber de teus seios esguios
Nem de carros alugados em anos novos recentes
Não quero saber em que sites freqüenta
Nem dos programas com sua amiga de sempre
Não quero saber de teu triangulo amoroso
Nem de tuas mentiras hoje já tão freqüentes
Não quero saber o que faz de sua vida
Nem se isso é vida de uma mulher descente
Não quero saber de tuas conversas zoofilistas
Nem o que faz em fazendas distantes
Não quero saber onde tu hoje frequentas,                                                                               Nem dos motéis praias bares e restaurantes
Não quero saber de noticias tuas
Nem das doenças que hoje pressente
Não quero saber de seus sex toy
Só quero saber do fruto da gente
Que um dia saberá disso tudo
E sinceramente não sei
O que lhe vai pela mente
Mas para você isso é tudo normal
É a Tal da Independencia!

Leilson Leão
Enviado por Leilson Leão em 10/09/2007
Código do texto: T646635
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leilson Leão
Euclides da Cunha - Bahia - Brasil, 51 anos
950 textos (70337 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 16:51)
Leilson Leão