Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HOMEM AO MAR

Vales tanto em mim
Azul desgosto
Como eu para ti
Marujo deposto
Despojo na praia
Desfeito na rocha
A água se espraia
O sol se enrosca
E eu em sossego
A mão fechada
Nas algas pego
A vida levada
Ao ar
Ao vento
Agarrado ao choro
E ao cheiro
E ansiando
Que não seja o tempo
Que me guarda
Por inteiro
Mas que o azul
Me agrida
Que o branco
Me desfaça
E que todo eu seja
Ferida
Com essa dor
Que passa
No calor
De um sopro
Na frescura
De um beijo
Na lembrança
De que sofro
Por te ver
E porque não vejo
As margens
De mim mesmo.

Paro em ti
E espero
Ser em mim
A dor eterna
A ternura
A saudade
O desespero
A loucura
A alegria
A certeza
O azul
Gilberto Cardoso
Enviado por Gilberto Cardoso em 11/09/2007
Código do texto: T647867

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gilberto Cardoso
Portugal, 48 anos
91 textos (2874 leituras)
1 e-livros (54 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 19:00)
Gilberto Cardoso