Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

''Metamorfose" Flor que murchou.

Lagrimas quando caem do coração caem como o sangue
Precioso que nos farão falta.
A mente nunca pensa quando o extinto se enfurece e então...
Nem sei mais quem eu sou, não sei mais onde estou,
Não sei mais o que fiz.Sem querer aos poucos me desfiz...
Desfiz-me no que fui e não sou mais.
As lagrimas caem do coração dor então;
A paixão se foi, O amor se foi, Os amigos se foram;
As lembranças um dia se vão (Voarão como pássaros tristes sem pouso!).
O restará então, o que de nada não ficou,
O amor?
Ou uma dor?
Tudo se acaba quando findas a nossa paixão.
Quando se acaba o nosso desejo;
Quando não se aflora mais as coisas belas do coração,
Acabou-se a nossa estória;
Resultou-se só em dor;
Que um dia se acabará
Assim como tudo o que vivemos na vida; um belo dia se passou.
Assim também lembranças são amenizadas,
Porem nunca esquecidas como a de um amor...
Mesmo que lindo e perfumado;
Mais que um dia secou e murchou como uma flor!
Naara.
naara
Enviado por naara em 12/09/2007
Reeditado em 12/09/2007
Código do texto: T649896

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
naara
São Paulo - São Paulo - Brasil, 32 anos
17 textos (1237 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 21:11)