Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

tristeza da cidade

hoje cinto uma tristeza
que a muito tempo veleja
nao sei se vou ver de novo
minha cidade centena

minha cidade ja desgastada
a muito tempo desleixada
hoje em dia vejo progresso
mas nao ví a tal pegada

nao me digas que nao consegue
tente sempre e sempre
até hoje nao ouso nada
nem minha sombra nao mais me persegue

mais esperansa é a ultima que morre
sem a morte nao haveria vida eterna
hoje vivo em um corte
feito a faca na minha sela
nico
Enviado por nico em 20/09/2007
Código do texto: T661425
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
nico
Sapiranga - Rio Grande do Sul - Brasil, 23 anos
2 textos (78 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 16:58)
nico