Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BODAS DE NADA

Vejo-te, de longe.
Entre nós,
quilômetros de estradas de luz.
Há uma década,
olhos da cor do mar
hipnotizaram
minha alma,
meu coração.
Olhos de boto,
olhos de lenda,
olhos sedutores,
encantadores.
Olhos,
hoje,
fixados
em outros olhos.
Novos olhos,
novos horizontes.
Outras cumplicidades,
outras identidades,
magicamente
fotografadas,
a quatro mãos.
Mãos entrelaçadas
pela empatia.
Mãos iluminadas,
que ofuscam,
ignoram
minhas mãos
abandonadas,
geladas,
sem forças
para enviar luz.
Mãos,
agora,
sem importância,
mãos envelhecidas,
mãos que viraram
rotina
a implorar,
pateticamente,
atenção
e
vida.

(Escrito em 28/09/2007)
Denise Mello
Enviado por Denise Mello em 30/09/2007
Código do texto: T675133

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Vôce deve citar a autoria de Denise Mello). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Mello
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 58 anos
178 textos (8677 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 09:58)
Denise Mello