Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um poeta de nada

Meus dias estão acabando,
Não mais existirei.
Minha alma está chorando,
Sabendo que falhei.

Rukha morrera,
Meus versos falecerão.
Elfo acabara,
E tudo que fiz foi em vão.

Um final triste para um poeta que pregava o amor,
Oh... Que dor.
Doe minha alma, não me esqueçam, por favor.
Oh.. Que dor.
Rukha Elfo
Enviado por Rukha Elfo em 01/10/2007
Código do texto: T676015
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rukha Elfo
Várzea Grande - Mato Grosso - Brasil, 29 anos
492 textos (58918 leituras)
1 e-livros (110 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 14:41)
Rukha Elfo