Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OS SEM NOMES

 
OS SEM NOMES

Onde dorme sua frágil alma,
Pequena e entristecida
Solta no mundo invisível
Da nossa imaginação?

Não o peguei em braços protetores
Não acalentei suas dores
Não pude fazê-lo me ouvir

Onde está o menino que deveria brincar?
Onde está o homem que não cresceu?
Onde está você sem mim?

Nessa tristeza amórfica
Apodrece o lado do coração para amar
Vive a angústia amarga de uma dor sentida
Enraíza a dor de existir

Em que mundo perambulas
Oh! Infeliz criatura?
Em que guetos procuras sua alma nua?

Terei que conviver com minhas úlceras
Feridas ferinas e fedidas
Movido a adrenalina e sangue
Pelo chicote endurecido
De uma vida que não floresceu
Elvira Pereira de Araújo
Enviado por Elvira Pereira de Araújo em 10/10/2007
Código do texto: T688312

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Elvira Pereira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Elvira Pereira de Araújo
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 53 anos
65 textos (4231 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 10:42)