Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DIZ NÃO TER SIDO EM VÃO O ME ACEITAS


    NUNCA QUIS DIZER TER SIDO MESMO UM ERRO         V
    TENTAR SANGRAR ALGO SECO E FRIO                      E
    TRISTEZA DE ENTERRO                                         J
    DA ALMA MAIS PURA QUE JÁ EXISTIU.                     A

    DAS SAUDADES QUE SABADOS SINTO                      F
    NÃO TER MAIS GRAÇA OS VIDEOS REPETIDOS           O
    VEM TRAZENDO A CERTA DOR QUE MINTO                T
    AO ESCONDER QUE NÃO ME IMPORTO.                     O

  MORTIÇA SAIA DO SEU JAZ                                     V
     VOLTE PARA SUA CASA AGORA MESMO                    O
    TRAGA COM VULTINGER O BELO CARTAZ                     L
    EXPLICANDO TUDO SOBRE O ESMO.                             T
                                                                                  A
                   
DIEGO HUXLEY
Enviado por DIEGO HUXLEY em 12/10/2007
Reeditado em 12/10/2007
Código do texto: T691890

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
DIEGO HUXLEY
Sobradinho - Distrito Federal - Brasil, 30 anos
221 textos (11160 leituras)
1 áudios (42 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 15:21)
DIEGO HUXLEY