Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Descaso

Não chores mulher
Tu tens culpas, muita.
Porém, não sou inocente.
Um pouco desta
Eu te compartilho
As lágrimas que envolvem teu rosto
A dor que angustia teu peito
Estas eu já conheço
Essas lágrimas já rolaram no meu
Essa angustia já habitou no meu.
Tudo o que tu sentes
É-me familiarizado
No lago dos amores perdidos
Há ilusões e sonhos imperfeitos.
Há também esperanças utópicas
Tu me julgaste sumariamente
Por erros que nunca pratiquei
Por palavras que nunca pronunciei
Por verbos que nunca conjuguei
Por coisas que nunca pensei
Na minha inocência tu nunca acreditaste
Entre nós o amor mais belo
Virou um descaso
Eu perdi, tu perdeste.
Hoje! Só nos resta saudade.
Eterna saudade
De um tempo onde morou a felicidade.

Nilton Pinto
Enviado por Nilton Pinto em 12/10/2007
Reeditado em 12/10/2007
Código do texto: T692012
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nilton Pinto
Poção de Pedras - Maranhão - Brasil, 54 anos
6 textos (107 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 19:01)
Nilton Pinto