Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

GAVETAS ABARROTADAS

Quem me dera pudesse trancar e jogar as chaves fora...
Quem me dera!
Por que as gavetas d’alma ficam tão abarrotadas?
Por que não vamos esquecendo tudo à medida que caminhamos?
Por que lamentamos?
Pelo leite derramado...
Por tudo que achamos que deu errado.
Por que ainda machucam algumas marcas do passado?

SONIA DELSIN
Enviado por SONIA DELSIN em 17/10/2007
Reeditado em 10/04/2011
Código do texto: T697790

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SONIA DELSIN
São Carlos - São Paulo - Brasil
4690 textos (80901 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 09:24)
SONIA DELSIN