Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lamento

TÍTULO: LAMENTO /1988

LÁ VEM, LÁ VEM DO ALÉM,
UM NAVIO NEGRO NA COR
TRAZENDO O LAMENTO, O GEMIDO E A DOR.

CORTANDO OS MARES VEM O NAVIO
NEGRO NO MASTRO NO RASTRO CAMINHO
CEGANDO A LUA EM NOITES DE FRIO.

CRUZANDO OS ARES PASSA O NAVIO
QUE CARREGA NO VENTO O PASSAR DE ABRIL
COM DESTINO NEGRO CHEGANDO AO BRASIL

CANTANDO A SAUDADE, ANCORA O NAVIO
DEIXANDO PELO MAR NEGRO, QUEM DELE PARTIU
DO BANZO DAS TERRAS DE ONDE SAIU.

AS MÃOS SOFRIDAS TRAZIDAS NO NAVIO
EXPLORAM TERRAS, MATAS E RIO
EM UM NEGRO TRABALHO DE AÇOITE DOENTIO.

NO DESCANSO SENZALA A VOZ QUE SE CALA
NO PEITO ABAFA O PODER DO AMOR,
SANGRANDO A RAIZ DO NEGRO CALOR.

SUA ORIGEM E LENDA DANÇADA
TRAS NO SANGUE NEGRO UM VALOR
CULTURA DE UMA BELA RAÇA
APRISIONADA PELO RANCOR.

AO PASSO DE UMA HISTÓRIA CENTENÁRIA
NUNCA ATINGIRAM O IDEAL DE SUA RAÇA
RAÇA PURA DE LINDA CONSCIÊNCIA NEGRA
DE UMA LIBERDADE SEMPRE ESCRAVA.

                                                                           DUDA GÓES



Duda Góes
Enviado por Duda Góes em 20/10/2007
Código do texto: T701788

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Duda Góes
Olinda - Pernambuco - Brasil, 53 anos
104 textos (1970 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 22:12)
Duda Góes