Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pé no chão

Nem toda palavra liberta
Nem todo grito é desespero
Nem tudo que é frio é mórbido
Nem tudo que é negro é vazio

Nas plumas da noite meu cavalo negro flutua
Sentindo o lixo que deleita a humanidade
Prisioneiros da morte e escravos do vício


Talvez seja melhor abandonar a alma
E viver só no corpo sujo e podre
Renegado pela dificuldade de sentir-se pleno
Alimentando os defeitos do desejo
A vagar pela terra como semente.
A Nilson
Enviado por A Nilson em 22/10/2007
Código do texto: T705167
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
A Nilson
Olinda - Pernambuco - Brasil, 41 anos
14 textos (445 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 09:32)
A Nilson