Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Solitária

 

Eu aqui nesse momento

Amarguro em solidão

Como é triste ser tão só

No meio da multidão

 

A aspereza da vida

Só me trouxe amargura

Torturada eu sigo só

Levando a dor do descaminho

 

Vou tropeçando nas pedras

Que ferem meus pés descalços

Meu corpo sendo arranhado

Pelos espinhos do descaso

 

Sigo eu silenciosa

Com a dor engasgada no peito

Ninguém quer saber de mim

Essa dor nunca tem fim

 

Estou travada de tudo

Ninguém ouve o meu lamento

Agonizo a cada dia

Nessa vida tão vadia

Glorinha Gaivota
Enviado por Glorinha Gaivota em 28/10/2007
Código do texto: T713128
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Glorinha Gaivota
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
893 textos (38485 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 21:01)
Glorinha Gaivota