Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ampulheta de Lágrimas


    Há dias em que as lágrimas teimam em tentar suicídio...
        Mergulhando dos olhos para o fundo do precipício...
             Encontrando a morte no início do decote...
                  Algumas têm sorte e são apanhadas...
                           Pelas mãos cansadas...
                     Tenta-se conter a água salgada...
                 Temperada com dor, confusão, temor...
          Lágrimas que levam o desespero de estar no ermo...
      Coração deserto, infértil, morto, torto, louco, solitário...
   Escondo os olhos vermelhos com sorrisos, meu triste elmo...
AlíriaBranca
Enviado por AlíriaBranca em 01/11/2007
Código do texto: T718891
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
AlíriaBranca
Volta Redonda - Rio de Janeiro - Brasil, 31 anos
231 textos (10180 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 00:47)
AlíriaBranca