Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Haverá uma luz ao fundo do túnel?

Sonho com uma paz interior
Que julgo ser inalcansável,
É preponderante a minha dor
Pois sofro de uma forma impensável.

Se eu quiser quantificar
A multiplicidade de sentimentos
Que tento absorver sem chorar,
Não são suficientes os momentos
Em que deixo e paro de pensar.

Tu és quem eu sempre quis
Mas algo bem seguro
Me perturba quando diz
Que para seres porto seguro
Tenho que me esguer;
Levantar meu nariz
E acreditar que o sofrer
É a sina de um aprendiz!

E se dessa aprendizagem
Que é te amar,
Tua maravilhosa imagem
À minha frente se desmoronar
Então, eu não sou ninguém,
Ou talvez um alguém
Que passou por ti
Apenas por passar!

Questões do momento
Que me surpreendem
E me repreendem
Provocando o sofrimento
De não saber,
Talvez não cosneguir entender...
Como feliz contigo ser?
Se a mágoa bate á porta
Não pede licença para entrar,
Me faz temer
O poder te perder
Sem nunca mais te alcançar.

Às vezes fujo
Como uma luz
Num túnel obscuro,
Quero uma mão
Que me guia e conduz
E leve meu coração,
Transcendendo o escuro
Em que tua indiferença,
Seja essa a minha sentença,
Se traduz...

Percorro um labirinto,
Não sei que rumo tomar...
Certeza, porém, tenho o que sinto:
È o mais puro e belo gostar,
Somente pergunto:
Será mesmo que te sei amar?!
artescrita
Enviado por artescrita em 15/11/2005
Código do texto: T71919
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
artescrita
Portugal, 33 anos
107 textos (4742 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 17:59)