Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O gosto doce da fumaça


Fumaça beije a boca, beije o teto.
Volte ao pulmâo , volteie o ventre, desvire o feto.
Beije o espelho se aclare lento quando eu chegue perto.
Entâo beije os olhos e tudo o que ti pareça incerto.

Fumaça beije as paredes que nâo posso reclamar.
Pois, tâo finas sâo que qualquer um atento, poderia escutar
os meus lamentos e maldizeres que canto ao rezar.
Fumaça beije o peito vazio e desnudo, pois ele quer ti beijar.

Fumaça beije o tapete e o papél.
Beije as estantes, as estatuas, os livros de saberes ao léu.
Toque meu rosto em minhas marcas, deixando-me o sabor doce do mel.
Envolva-me em tua glória e deixe esconder-me detrás do teu vél.
 
                                                                               Luiz
luiz gomez
Enviado por luiz gomez em 15/11/2007
Código do texto: T738523

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
luiz gomez
Chile, 28 anos
46 textos (1165 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 07:12)