Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O MEU LADO ESQUERDO


Eu sinto uma dor no lado esquerdo peito.
Será por causas das notícias sangrentas e cruéis no Jornal Nacional?
Ou por causa da falta de consciência, de respeito, alteridade, limites e equidade entre nós?

Eu sinto um aperto no lado esquerdo do peito
Serão os efeitos do egoísmo, sexismo, adultismo, machismo, racismo e tantos outros ismo?

Eu sinto um aperto no lado esquerdo do peito
Deve ser por causa da ignorância, da discriminação, ambição, competição e individualismo?

Eu sinto um aperto no lado esquerdo do peito
Será a fome do vizinho, a minha solidão, a corrupção em Brasília?

Eu sinto um aperto no lado esquerdo do peito
Será por causa do olhar triste de uma criança sofrida numa foto em preto em branco na minha frente?

Eu sinto um aperto no lado esquerdo do peito
Será a dor da vergonha do que estamos fazendo com a nossa natureza e com a terra?

Eu sinto um aperto no lado esquerdo do peito
Será a culpa de saber de tudo isso e mesmo assim nada fazer?

Eu sinto um aperto no lado esquerdo do peito
È pelo extermínio silencioso e imoral das nações indígenas, povo puro e simples corrompido pela miséria ocidental?

Eu sinto um aperto no lado esquerdo do peito
Pelo egoísmo latente nas pessoas, pela estupidez e hipocrisia do amor ao próximo?

Sinto uma dor muito forte e esfaqueante, inquietante, insuportável!
São as dores do mundo
Dói-me a alma,
Dói-me o corpo
Dói-me a vida
E o infanticídio urbano
É uma dor que pressiona meu peito
Por causa das amizades vazias
Do abandono do povo
Da exclusão social
Sinto muito forte a dor que me oprime e me deprime
A dor do esquecimento
A dor maldita
A dor da fome
E para essa não há remédio
Eu queria ser como você que me lê e que levanta o vidro do carro e segue seu caminho indiferente às dores no peito...


Christina Viana
Enviado por Christina Viana em 02/12/2007
Código do texto: T761895

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Christina Viana, jornalista e escritora). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Christina Viana
Salvador - Bahia - Brasil, 54 anos
25 textos (1543 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 12:33)
Christina Viana