Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MORTE

QUANTA TRISTEZA
TU, TÃO TRAIÇOEIRAMENTE
LEVOU QUEM MAIS AMO
EXTIRPOU DAS MINHAS ENTRANHAS,
DEIXANDO-ME SÓ.
QUE CRUELDADE!
POR QUE NÃO ME CONSUMISTE?
TENS PRAZER EM ME VER SOFRER?
AFASTA-ME DESTA CONSTERNAÇÃO CRUEL.
PARA VIVER SEM QUEM MAIS QUERO
PREFIRO QUE ANTECIPES O MEU FIM.
NÃO POSSO MAIS VIVER
ESPERO-TE DE OLHOS ATENTOS
VEM CONSUMIR O INEVITÁVEL
E ASSIM FICAREI MAIS PRÓXIMO
DO MEU GRANDE AMOR.
Josa Pinheiro
Enviado por Josa Pinheiro em 03/12/2007
Código do texto: T763386

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site "www.sitedoautor.net"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Josa Pinheiro
Fortaleza - Ceará - Brasil
162 textos (11368 leituras)
1 e-livros (522 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 02:03)
Josa Pinheiro