Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Dor/ escultura de Francisco Franco


Um Adeus


Meu Deus...
Que dor é essa que invade meu corpo
nesta hora de agonia e solidão medonha?
Que sentimento é esse
que me tortura e me arranca a pele
sem dó nem piedade?

Sou ser repulsivo com triste legado
a solidão, o escárnio, o degredo...

Mesmo sem pele, a carne em brasa
meu coração te chama
grita teu nome,tortura-me a alma.

Meu Deus...como dói...
Ajuda-me a expiar esse amor
tira meu sangue, minhas vísceras
me deixe sem alma vagando perdida
numa escuridão onde o céu
é negro e sem lua
onde eu apenas
ouça a sua respiração...
a sua respiração...
a sua respiração...
a sua respiração...
a sua...
respiração...
res...
pi..
ra..
ção
...
...



Luciah López
Enviado por Luciah López em 07/12/2007
Reeditado em 08/12/2007
Código do texto: T769132
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luciah López
Curitiba - Paraná - Brasil
1429 textos (76354 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 05:26)
Luciah López