Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Senhorita

O que vejo no interior desses teus olhos,
Senhorita, nem sequer tu adivinhas,
Nem te adianta usares de refolhos,
Disfarçados num sorriso de covinhas.

Nos teus olhos vejo o brilho das estrelas,
Cintilantes a enfeitar a noite em festa,
Enciumando-se a lua que ao vê-las,
Perde o brilho e tua beleza não contesta.

Nos teus olhos vejo a paz da noite calma,
Adormecida em berço terno e seguro,
Vejo a aura que circunda bela alma,
A semente a germinar o amor mais puro.

Nos teus olhos o pulsar feliz da vida,
Uma vida casta preservada nos pudores,
Deixando-me a alma infeliz e entristecida,
Por incapaz de despertar em ti amores.



José Antonio Siqueira
Enviado por José Antonio Siqueira em 19/12/2005
Código do texto: T88318
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Antonio Siqueira
Itariri - São Paulo - Brasil, 67 anos
33 textos (1630 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:14)
José Antonio Siqueira