Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não morrer de amor...

Por que não vivemos para nós ?
Por que vivemos às vezes sem respirar ?
Por que sou tão frágil ?
Por que se sentir tão mortal ?

Por que não me amam ?
Assim como já amei ?
Por que não me deixam deixar ?
Eu só quero amar !

A vida não se fez como a música.
Nem como o livro ou a novela.
A vida não é como o filme.
A vida parece mais um crime.

Por que ser forte por todos ?
Sempre fico para último plano.
Para mim não fizeram um plano.
Será que sou um engano ?

Eu esqueci de mim.
Se esqueceram de mim.
Estou esperando talvez.
Chegar o meu fim.

Deixaram me envolver de amor
Deixaram me assassinar
Minha pessoa não servia
E o teu amor me salvaria

Hoje sou só escuridão
Criaram um vazio no peito
Conseguiram destruir
O amor que morava em mim.

Agora vivo assim
Um dia vivo
Um dia não
Não haverá luz para tal escuridão

Espero agora o meu fim
Mesmo sem o começo
Melhor mesmo é ir embora
Deixar de ser o tal tropeço

Vão dizer ela se foi
Não se lembraram de eu ter chegado
De mim somente sobrou
Olhos tristes e cansados

Não morri de amor
Morri...esperando-o
Meu tempo se esgotou.
Tchal...já vou !

02/10/1989
Paula de Lima
Enviado por Paula de Lima em 31/12/2005
Reeditado em 12/07/2008
Código do texto: T92601
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Paula de Lima
São Paulo - São Paulo - Brasil, 44 anos
102 textos (15464 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 09:18)
Paula de Lima