Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Solo de Minh'alma

Solo de minh'alma...
Árido, trincado, sem vida.
Nada tens a oferecer, senão,
o vazio deserto profanado.

Nada nele é plantado...
Esquecido, perdido, abandonado.
Solo esfarelado pelo tempo, que então,
morre...ao calor do tempo.

Solo maldito, mal cuidado...
Não tens a chuva que te ressucita.
Nuvens, nem em sonhos te fazem sombra,
pois, de que adianta se estás morto!?

Solo de minh'alma, nem lágrimas
brotam de ti...seu leito dormente...
grita pela nascente esquecida...
Que nem teu rumo conheces mais.

Minh'alma transborda a dor da sede...
Suas fendas profundas, inertes, doentes...
Grita errante, não obstante, tivesse a alma,
forças para sobreviver.
Anna Müller
Enviado por Anna Müller em 03/01/2006
Código do texto: T93968
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anna Müller
Boa Vista - Roraima - Brasil, 52 anos
89 textos (4244 leituras)
11 áudios (4397 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 00:06)
Anna Müller