Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETO DO SUICIDA

Soa a voz insistente,
Soando a idéia fortemente,
Pairando á mente,
Do estúpido demente!

Soa coração batente,
Soando carente,
Tão triste e pungente,
Ás idéias do homem de repente!

Abaixo da lua incandescente,
Em meio à escuridão,
Um ser sofrigo e um punhal!

Caiu ao chão lentamente,
Apunhalou-se em vão,
Teu principio é imortal.


*******************************
Ditado pelo espírito: Hermínius
*******************************
Alisson Duarte
Enviado por Alisson Duarte em 03/11/2006
Reeditado em 05/11/2006
Código do texto: T280926
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alisson Duarte
Uberaba - Minas Gerais - Brasil, 28 anos
7 textos (170 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 11:51)
Alisson Duarte