Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Escravo da liberdade

Navegando pela vida
Sete mares percorri
Cada palmo de terra virgem
Senti

Correntezas e tempestades
Quantos ciclones venci
Em busca da liberdade
Corri

Em cada porto uma novidade
Em cada ilha uma esperança
Cada minuto uma saudade
Dos meus tempos de criança

Tempos bons, tempos idos
Quão seriam bem-vindos
Tempos em que existia o chão
Tempos de falsa escravidão

Hoje refém da liberdade
Vivendo de esperança e saudade
À procura de um porto seguro
De uma casa, uma verdade

Até que num porto do oriente
Conheci um velho sábio, valente
E auscultando minha angústia
Assim falou num repente :

"Filho querido e amado
Sei que és corajoso
Correndo atrás do perigo
Tendo o perigo em seu bojo

Mas para achar o que queres
Mais coragem há de ter
Pois os perigos que passastes
São quimeras podes crer

As verdadeiras tempestades
De sentimentos maliciosos
Os ciclones grandiosos
Os mares mais perigosos

Isso tudo está em ti

Navega pois dentro do coração
Suporta as correntes da maldade
Arrebenta os laços da paixão
E conhecerás a verdade"

Edson Montemor
Enviado por Edson Montemor em 17/11/2006
Reeditado em 07/08/2008
Código do texto: T293711
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edson Montemor
Rio Claro - São Paulo - Brasil, 53 anos
100 textos (16419 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 14:21)
Edson Montemor