Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ANTES DO CAIXÃO FECHAR

Quando se fecha a tampa do caixão
nada mais se tem a dizer;
o tempo acabou do beijo que poderia ter sido dado,
o abraço pensado não poderá acontecer.

Os filhos pedem perdão
para o corpo inerte.
"Eu sempre te amei"; alguns dizem no velório.
Mas a resposta é o silêncio de um oratório.

O cônjuge chora copiosamente
mas se encontravam anos divorciados;
naquele momento a reflexão mostra
que o amor poderia ter sido vivenciado.

Mudemos a nossa conduta
antes do caixão fechar
para que dentro ou fora dele
nada tenhamos que reclamar.
Eduardo Samuel Ferreira
Enviado por Eduardo Samuel Ferreira em 02/09/2007
Código do texto: T635097

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Eduardo Samuel Ferreira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eduardo Samuel Ferreira
São Paulo - São Paulo - Brasil, 48 anos
315 textos (29056 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 07:23)
Eduardo Samuel Ferreira