Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INIMIGO MEU

Na calada da noite d'alma minha
escondido nas sombras do coracao
perigoso e por vezes ladrao
rouba-me amores que eu tinha
leva o tinto de minha vinha
e persegue-me na escuridao.

Suborna-me, inimigo meu
compra-me sem usar dinheiro
vejo o sorriso ao choro seu
ignora a vontade desse ateu
e esmaga o sonho solteiro
sem nunca falar do futuro que leu.

Meu corpo, e sua morada
da guerra trouxe-me  cicatrizes
as armas,  ficaram a estrada
na memoria, a boca calada
na esperanca de dias felizes
na tinta da pagina virada.

Fui e voltei e voce veio comigo
bem ou mal , molde perfeito
companheiro ou inimigo
na definicao que nao consigo
e nem quero pensar direito
pra nao ter o proprio castigo.





Eddie Freitas
Enviado por Eddie Freitas em 28/09/2007
Código do texto: T672611
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eddie Freitas
Estados Unidos, 53 anos
32 textos (1802 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 02:36)
Eddie Freitas