Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tenhamos fé

Parece mentira, mas nunca conseguimos encarar a morte somente como uma passagem, como uma troca de estado material para puro espírito, pura luz. Nunca estamos prontos para nos despedir das pessoas que amamos, sejam elas quais forem. Nunca paramos para pensar que ninguém é eterno, que não vamos conseguir fazer com que a vida pare de seguir seu curso natural só porque não queremos que as pessoas que amamos partam. E quando elas partem, metade da gente vai junto, a dor que nos assola é inexplicável. O sentimento de impotência diante da vida e do curso que ela toma, nos deixa mais revoltados ainda, porque na realidade tomamos conta de que somos nada, perto da força que rege o curso do universo. Falar dessa dor é muito complicado, porque na hora de senti-la ninguém controla as emoções que afloram, parece que a vida acabou de te dar um golpe. Temos que ter fé e acreditar que ela só está querendo mostrar pra nós, a força que temos para seguir em frente apesar das adversidades. Cada dia na nossa vida é um renascimento. Vamos amar as pessoas enquanto as temos, porque o pior da despedida, é a incerteza da volta.
Adriana Parise Pinheiro
Enviado por Adriana Parise Pinheiro em 16/10/2007
Código do texto: T696453

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Adriana Parise Pinheiro
Santiago - Rio Grande do Sul - Brasil, 38 anos
40 textos (4178 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 21:34)
Adriana Parise Pinheiro