Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ETERNAMENTE



Que dos espaços vazios carecem as palavras
Para romperem o abismo do silêncio
Que das pausas carece a música
Para traduzir nos sons os sentimentos
Que de quem nos ame carece a alma
Pra não chorar lágrimas ao vento
Que nem só de amor - paixão se faz a vida
Para não se fazer lamento...
Que toda dor há de se transmutar
Em amor em plenitude...
Para elevar o ser e frutos semear
Em terra de se colher...
Que, por mais poderoso um homem seja,
Ainda necessita quem o ajude...
E ainda nos estertores da vida
A vida vence sempre com mais vida...
Além da vida, num tempo desconhecido,
Marcado pelo que se é e pelo que se sente,
Pelo amor que se desenvolveu internamente
Pelos laços insondáveis que nos une uns aos outros
Quiçá eternamente!
Joselma de Vasconcelos Mendes
Enviado por Joselma de Vasconcelos Mendes em 19/10/2007
Código do texto: T701264
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Joselma de Vasconcelos Mendes
Serra - Espírito Santo - Brasil, 58 anos
404 textos (22006 leituras)
7 áudios (779 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 01:54)
Joselma de Vasconcelos Mendes