Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ressureição

tive que cortar as minhas asas
que deixar a minha casa
prá aprender o que é voar...

tive que engolir sapos e aranhas
que arrancar minhas entranhas
prá poder me esvaziar...

tive que sofrer perdas e danos
que enganar os meus enganos
prá aprender não me enganar...

tive que ocultar  meu eu adulto
que abrir o meu ser oculto
prá entender por que chorar...

tive que calar minha alegria
toda musica e poesia
prá aprender  a  escutar...

tive que abrir mão de meu orgulho
que estancar os meus barulhos
prá poder me explicar...

tive que lavar a  minha alma
que encontrar a minha calma
prá poderem me ensinar...

tive que estar de mente aberta
prá acertar a hora certa
prá poder me entregar...

tive que afastar todos escombros
que me carregar nos ombros
prá  aprender a não parar...

tive que encarar  Jesus de frente
e me entregar inteiramente
prá poder ressuscitar
Poeta de Gravata
Enviado por Poeta de Gravata em 14/11/2007
Reeditado em 16/03/2014
Código do texto: T736571
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeta de Gravata
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 68 anos
25 textos (1305 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 22:59)
Poeta de Gravata