Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SE EU TIVER QUE PARTIR...

SE POR DESCUIDO DO DESTINO,
EU TIVER QUE PARTIR
SEM PODER ME DESPEDIR...
PERDÕE-ME,
NÃO CULPE NÍNGUEM!
NEM DEUS...
NEM À MIM!
PORÉM TENHA A CERTEZA DE QUE
QUANDO A SAUDADES CHEGAR,
BASTA FECHAR OS OLHOS
E SENTIRÁS MINHA PRESENÇA...
NO VENTO A TE TOCAR,
FOI O FORMA QUE ENCONTREI
PARA PODER TE ACARICIAR...
MAS, SE O VENTO
NÃO ESTIVER A SOPRAR
ENTÃO SENTIRÁS O PERFUME
DOS LÍRIOS DO CAMPO,
E TENHA A CERTEZA
SEREI EU A TE SAUDAR!
PORÉM SE O PERFUME
A TI NÃO CHEGAR
ASSIM MESMO ESTAREI CONTIGO
BASTA APENAS LEMBRAR...
DO MEU JEITO DE FALAR...
DO MEU SORRISO...
DA ALEGRIA ESTAMPADA
EM MEU OLHAR,
DA MENINA-MULHER...
SEMPRE PRONTA À TE ESPERAR...
LEMBRE-SE
DO AMOR SEM LIMITE
QUE A TI
EU DEDIQUEI...
DA PAIXÃO QUE EU SENTIA,
DOS MOMENTOS DE PRAZER...
E SE MESMO ASSIM
A SAUDADE PERSISTIR
E A MINHA PRESENÇA
VOCÊ NÃO SENTIR...
ENTÃO...
DEIXE AS LÁGRIMAS CONTIDAS
PELA AUSÊNCIA DA DESPEDIDA
CAIR...
POIS...AS LÁGRIMAS,
SERÃO
A CONFIRMAÇÃO DO AMOR
AMOR QUE VIVI...
AMOR QUE SENTI...
DO AMOR  TRANSCEDENTAL...
DO AMOR IMORTAL...
E NA ETERNIDADE
ESTAREI...
ESPERANDO POR TI.

negalopedote
Enviado por negalopedote em 01/12/2007
Reeditado em 01/12/2007
Código do texto: T760461
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
negalopedote
Bituruna - Paraná - Brasil
118 textos (5481 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 16:03)
negalopedote