Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto




Deus, quero agradecer-te
agora mais do que nunca
esta divina centelha
Tua, que ao nascer me deste
saberás de onde a trouxeste,
onde terei habitado?
se fui um maometano
um mendigo ou um sábio?
se terei sido um soldado
ou menino assassinado
no rebordo de um passeio?
se um dia a minha barriga
que hoje trago confortada
noutras vidas não traria
inchada de tanto nada?
obrigada pelo tecto
onde hoje me recolho!
terei sido guerrilheiro
nas batalhas de outro mundo?
Deus, porque estes filhos Teus
estarão sofrendo tanto? 



Nascer num lugar é um acaso... não nasci num barco, não nasci num canto,
não nasci num aeroplano, nasci em Portugal, onde o meu anjo passava num
momento do tempo ilimitado...












Maria Petronilho
Enviado por Maria Petronilho em 28/12/2004
Reeditado em 18/10/2009
Código do texto: T993
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Maria Petronilho (registo www.igac- ref 2276/DRCAC - Ministério da Cultura, Portugal)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Maria Petronilho
Almada - Setúbal - Portugal, 64 anos
1238 textos (130517 leituras)
60 áudios (14347 audições)
9 e-livros (5147 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 18:11)
Maria Petronilho

Site do Escritor