Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEDITANDO NO SALMO 92

Bom é louvar ao Senhor. Pela manhã anunciar a sua misericórdia - Hoje estamos experimentando o raiar da manhã em nossas vidas e podemos falar quão grande é a sua misericórdia.
O Salmo 94:17-19 diz: “Se o Senhor não me ajudasse, de pronto moraria minha alma no silêncio. Quando eu dizia: meu pé resvala, tua misericórdia ó Senhor me sustentava. Na multidão dos meus pensamentos dentro de mim, tuas consolações alegravam minha alma”.
A noite traz a sua fidelidade.  Podemos ser infiéis durante as noites, quando estamos na escuridão sem enxergar muitas coisas, sofrendo e pensando que Ele nos abandonou, porém ele permanece fiel. Quando chega a manhã, quando começamos a vislumbrar os primeiros raios de sol, podemos testificar de sua fidelidade, como Pai, como amigo, como protetor.
Por isso nas obras das Suas mãos nos regozijamos - Sim, Senhor,  hoje vemos as obras de tuas mãos na nossa pessoa. Quão grandes são as tuas obras Senhor. Mui profundos são os teus pensamentos!
Hoje podemos também dizer com convicção como disse o salmista: Bem aventurado o homem a quem Tu senhor corriges. Para fazê-lo descansar nos dias de aflição (Sl.94:12-13).
O homem néscio não sabe; o insensato não entende isto: que quando brotam os ímpios como a erva e florescem todos os que fazem iniqüidade é para ser destruídos eternamente - Às vezes nos concentramos nessa “subida” dos ímpios, mas isso ocorre muitas vezes com aqueles que desprezam a Deus para sua destruição eterna.
Mas tu Senhor para sempre és altíssimo - Só o Senhor permanece para sempre. As nossas coisas vão e voltam, tudo muda, tudo tem um fim, mas aquilo que é do Senhor em nós, que está depositado em nosso ser, é eterno, nos acompanha para todo lugar.
Serão espalhados todos os que fazem maldade - Esta é a promessa do Senhor. A seu tempo Ele cumprirá.
Porém, Tu aumentarás minhas forças como as do búfalo - Que coisa tremenda! O Senhor realmente faz isto, não temos mais forças, desistimos, e de repente surgem dentro de nós um tipo de tipo de força crescente, especial, é realmente uma força de búfalo.
Serei ungido com azeite fresco - Sim, Senhor, sentimos o Espírito fazendo isso conosco, um azeite fresco e novo.
Finalmente, no vs.12: “O justo florescerá como a palmeira, crescerá como o cedro do Líbano” - Não é um florescer nem um crescer rápido e fácil como o do coentro, não, são precisos anos de sofrimento para que tenhamos a firmeza do cedro, que mesmo os maiores ventos não o podem derrubar.
Plantados na casa do Senhor, nos seus átrios floresceremos - Graças a Deus que já fomos plantados em sua casa, assim crescemos como árvores que são plantadas junto às águas. Nossos frutos mostrarão que tipo de árvores somos.
Ainda na velhice frutificarão, estarão vigorosos e verdes, para anunciar que o Senhor minha fortaleza é reto e que nele não há injustiça - Agora temos a oportunidade de anunciar todos os dias o que fez o Senhor para uma platéia especial: nossos dois filhos, Jonathas e Raquel. Eles são, por enquanto, os que se estão beneficiando das obras do Senhor. Estamos numa situação melhor que a de Moisés no deserto quando tinha somente animais para ouvi-lo.
Para nós dizer HOJE que “Deus é o nosso refúgio” não é somente uma frase repetida, é uma realidade que experimentamos várias vezes nesses últimos anos. Ele é o único com o qual podemos contar e nos refugiar.

- 04.10.98 - Cádiz, Espanha
 
Fátima Fonseca
Enviado por Fátima Fonseca em 15/03/2006
Reeditado em 21/03/2006
Código do texto: T123747
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fátima Fonseca
Recife - Pernambuco - Brasil
8 textos (10728 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:00)
Fátima Fonseca