Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Oração do homem ingrato

Oração do homem ingrato

Senhor, sei que não tenho te sido aprazível
Quando nas manhãs levanto me já não sinto o perfume das finas flores
Não busco a grandeza de teu Ser, ou sinto a tua companhia a guiar-me
E quando vem a noite, Tu recolhes o sol, e trás lindas estrelas faiscante, e

Tu me cercas meus passos com lindos caminhos iluminados.
Senhor que estende o lençol do céu e põe o alimento na minha mesa
Da-me a saúde, esperança e guarda-me, das flechadas do meio-dia
Perdoa este homem vão, da-me uma nova vida com mais amor

Senhor dono das minhas mãos, que põe as palavras na boca dos poetas
Perdoa o meu orgulho dos homens, não tenho caído de joelhos a teus pés
Senhor que solta o orvalhos de suas mãos, olha esse pobre de coração
Não me deixa perder por completo a esperança na justiça

Senhor homem ingrato sou, cheio de fraquezas pelo mundo
O homem não me salvará, por isso  me entrego em tuas mãos meu coração
Senhor que alimenta o meu espírito e alma,  me aceita , eu  pecador
Lava-me, limpa-me restaura-me minha alma, e me recebe como filho


http://www.clesio.net/midis/sugestoes/grandioso_es_tu.mid




 




 

Comendador Carlos Donizeti
Enviado por Comendador Carlos Donizeti em 23/07/2006
Código do texto: T200144
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Comendador Carlos Donizeti
Hortolândia - São Paulo - Brasil, 58 anos
135 textos (4261 leituras)
12 áudios (448 audições)
6 e-livros (568 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:18)
Comendador Carlos Donizeti