Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dispersão dos Céus!

O céu se dispersa sobre mim
Os anjos sobem e descem diante dos meus olhos
Minha alma se eleva para o alto
Na companhia de Deus!

Eu ergo meus olhos para onde ainda não posso ir
Eu estendo minha mão firme para honra final
Eu caminho em direção ao por do sol
Diante do crepúsculo rubro que tinge o céu eu me calo

A voz de Deus diz a frase da fé
As vozes dos anjos cantão a melodia do amem!
De joelhos eu me curvo sobre esse esplendor
Envergonhado como humano entrego minha espada ao Senhor!

A voz desse Trovão me chama de guerreiro!
Como um homem como eu pode olhar para face de Deus?
Como um coração solitário pode alcançar a sua mão?
Como pode, eu ser seu servo se minha espada é humana?

Eu caminho nas sombras para iluminar o amanhã
Eu vivo com honra, suportando as trevas sufocantes!
Eu ergo minha espada para céu onde trovões rugem intensamente
Caminhando para eternidade com minha lealdade!

Subindo as escadas do destino
Em direção ao céu distante
Almejando as estrelas que brilham fugazmente
Sobre meus olhos flamejantes!

                             (Tiago André Brêta Izidoro)
Tiago André
Enviado por Tiago André em 29/10/2007
Código do texto: T715331
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tiago André
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 28 anos
52 textos (2211 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 12:39)
Tiago André