Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Esteios da minha vida

A par do rio
Corre a esperança
De voltar a ser criança.

Gira, gira o peão
Colorido na minha mão!
Assim gira o Mundo,
Não descansa um segundo
Balançando meu coração!

Os ponteiros do relógio
Não podem recuar
Sem a ajuda de um polegar,
Mas o Mundo esse,
Gira, gira sem parar!

Era eu pequenina,
Outrora uma menina;
Hoje a minha sina
Já não é a de uma criança.
Tal como do pinheiro
Brota a resina,
De mim brota a lembrança.

Criança que ontem fui;
Menina que hoje sou;
Adulta que o tempo criou...
Momento da vida que já passou!
artescrita
Enviado por artescrita em 12/01/2006
Código do texto: T97795
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
artescrita
Portugal, 33 anos
107 textos (4742 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:38)