Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O CASARÃO DA VOVÓ

Era uma doce alegria
Quando julho ia chegando,
Pois, todo ano era igual:
Meu coração palpitava,
Só de pensar o que seria,
Ver minha vovó iria,
O casarão, o quintal...

Primeiro os preparativos.
A euforia aumentava.
Mil planos eu já tecia:
Visualizava os instantes,
Peraltices, aventuras,
As alegrias futuras,
À noite já mal dormia.

Chegava enfim o momento,
A velha Rural, a família,
Malas, trouxas, mil sorrisos,
Café cheiroso, bolinhos,
Partíamos de madrugada,
Nessa empolgante jornada,
Em busca do paraíso...

O percurso era um “circo”,
Piadas, risos, promessas,
Amor puro, sem vaidades.
Cada qual com os seus sonhos:
Os moços, suas paqueras,
As moças, suas quimeras,
Os velhos, suas saudades.

Casarão velho, imponente,
Doze quartos, muito espaço.
Vovó séria, mas bondosa.
A casa, espécie de albergue,
Mesa farta todo dia,
Quem adentrasse comia,
Oásis de caridade.

O velho solar se alegrava,
Vinham de todos os cantos
Os familiares distantes.
Era uma festa total.
Em mutirão trabalhavam,
Todos, enfim cooperavam,
Felizes e conversantes...

Na cozinha, certamente,
O velho fogão de lenha,
Janela mostrando o rincão.
Arroz na banha de porco
Feijão grosso, vermelhinho
Ovo e frango amarelinho,
Antes, prece e gratidão.

Pôr do sol, hora do banho.
Água de serpentina,
Adultos faziam fila
Na porta do banheirão.
Crianças na enorme bacia,
Muita algazarra, folia,
Amizade e emoção.

A mesa de novo posta
Para o café e a jantinha,
Bolos, broas, rapadura,
Sopa de milho, fartura!
Café moído na hora,
Depois a noite ia embora,
Sob o toque da ternura.

Cadeiras sobre a calçada,
Sempre juntos, sempre unidos,
Sem tempo de entristecer.
Brincadeiras sem limites,
A lua feliz passeava,
E a cidade festejava,
Um tempo feliz de viver.

À noite, na grande sala,
Era a hora do sarau,
Todos faziam bonito.
Os velhos contavam causos
Os mais jovens declamavam
As crianças encantavam,
Todos num mesmo rito.

Finalmente ir pros quartos,
Deitar nos colchões de palha
Pra completar a alegria.
Sonhar com coisas gostosas...
Para acordar descansado
Radiante, empolgado,
Pra ser feliz no outro dia.


Grato pela visita!
Tião Luz
Enviado por Tião Luz em 06/04/2006
Reeditado em 12/11/2012
Código do texto: T135024
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tião Luz
Poços de Caldas - Minas Gerais - Brasil
97 textos (17006 leituras)
7 áudios (630 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 12:43)
Tião Luz