Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Palavras para tí, meu pai

Palavras que nunca te disse, meu pai

Ah, sinto falta de ti, do teu saber!
Da tua presença, do teu olhar amigo...
Das vezes que tu brincavas comigo...
Do jeito que me ensinaste a viver.

Lembro-me quando comigo te zangavas!
Sem nunca tirares a minha liberdade
da tua ternura, meu pai, quanta saudade..
da tuas mãos calejadas, quando me afagavas...

Lembro-me das tuas últimas palavras
olhando para meus olhos, quase sem brilho
disseste sorrindo, tenho orgulho de tí, meu filho
Continua uno, livre, rebelde e sem amarras...

E hoje, apesar da minha saudade
A sua voz no meu peito me acalma
Sinto sempre a presença da sua alma.
E digo-lhe baixinho....
Agradeço-te meu pai, de verdade...
Por me teres ensinado o caminho...
Alma Lusíada
Enviado por Alma Lusíada em 19/04/2006
Reeditado em 21/04/2006
Código do texto: T141527
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alma Lusíada
Portugal
104 textos (18765 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:19)