Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
MIRANDO AS ONDAS DO MAR



Sentado na areia e olhando para o mar
Um homem infeliz vive hoje a recordar
As horas felizes que gozara no passado
Sua vida era bela, sem dores e sem tédio
Hoje sofre horrores sem encontrar remédio
Para dar um alívio a esse infeliz estado

Era rico, era nobre e muito feliz na vida
Ora vive muito só, sem lar e sem guarida
Confortando-se em mirar as ondas do mar
Seu mundo era lindo e hoje é tão tristonho
Tudo o que possuíra só revê nos seus sonhos
Embora tudo isso só lhe faça chorar

Fitando as marolas elas fazem-no lembrar
Sua doce infância quando feliz a brincar
E hoje vive assim tão triste e desprezado
Suas dores, aflições e suas grandes mágoas
Fazem-no continuar mirando as águas...
Águas bruscas e calmas, sem nenhum resultado.

Era uma tarde nublada e sem muito calor
O vento que ali soprava causava pavor
A qualquer ser humano que lá se encontrasse
Passadas algumas horas tudo se acalmava
E num dado momento a resignação chegava
Pedindo-lhe serenamente que se conformasse.
Germano Correia da Silva
Enviado por Germano Correia da Silva em 29/04/2006
Reeditado em 16/02/2008
Código do texto: T147592
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Germano Correia da Silva
São Paulo - São Paulo - Brasil
454 textos (52264 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:39)
Germano Correia da Silva

Site do Escritor