Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O pai e o filho de fim de dias e sonhos

Mostra a tua cara escondida
Em lembranças fatídicas de seu necessário caminhar
Grita com o início, berra com o fim
É o início de vida nova, vida, vinha, nova!

Mostra a tua alma esquecida
Em fatos não verdadeiros em teu incompreensível pensar
Clama pela verdade, esconde o desgosto
Dando a faca para tirar todo mal já cometido

Ele sonhava com homens querendo mulheres
Ele sonhava com suas mulheres e seus homens
Ele sonhava em ter homens e mulheres
Ele sonhava em ter filhos e uma casa!

Mostra a tua honra vivida
Em notas letradas com tudo e todas as letras repensadas
Chora por amor, sonha pelo criar
Refaz, assim, toda a dor que lhe deram

Ele sonhava cada vez mais alto
Ele queria um sapato, uma meia e uma camiseta
Ele quis iniciar o fim dos tempos
Ele sonhou em desvendar o segredo de toda a morte inevitável

Mostra o teu orgulho natural
Em saber que tudo que existiu passou por ti, fim
Nasce nas perguntas, cresce no pensamento
Fim, inevitável tempo, eis - me aqui a ti declarar

É o fim ao que há de ruim
Falsas imagens interromperam o nascer; crescer
Refazendo, recriando, o amor!
Fim, acabou o tempo! Fui e até tentei

26-04-2006
iuRy
Enviado por iuRy em 30/04/2006
Código do texto: T148060
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
iuRy
Olinda - Pernambuco - Brasil, 28 anos
71 textos (1342 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 16:06)
iuRy