Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POEMA DO IDOSO

Para ilustrar esta matéria
Feita de bom coração
Falando de nós mesmos
Por ter uma razão.

Os idosos são experientes
Homens e mulheres
Têm bom coração
Só pisa em terra firme
Pra não dar escorregão.

A esperança é tão grande
Que alguém pode enganar
Ciência não falta a eles
Seja dia, seja noite.
Pode procurar.

O idoso pode ser até médico
Só não pode receitar.
Mas pode ensinar remédio
Que ajuda a se curar.
Jovem pode crer,
Não se deixem enganar.

A longa vida do idoso
Teve muito que aprender
Desde o ventre de sua mãe
Que foi um bem querer.
Quem viu, viu.
Quem não viu, não vai ver.

Os jovens de hoje
Têm uma tal de adolescência.
Nosso tempo não tinha isso
Podia comer até pimenta
Com chuva ou com sol
Não há serviço que agüenta.

Marido e mulher tiveram uma batalha dura.
Criaram sua família.
Trabalharam até o escuro
Pra formarem seus filhos.
Foi quase a prestação
Tranqüilizou seu espírito
Deu paz a seu coração.

Há um tempo na vida
Que os pais casam seus filhos
E ficam sós.
Este tempo é de amargar
Este tempo é de fazer dó.
A vida a dois, quando novos:
Preferem ficar só.
A do idoso é diferente:
Êta pena, êta dó.

Há um tempo na vida
Que os dois passam a ser amigos e irmãos
Fazem suas caminhadas sempre juntos
Como se fossem namorados.
Mas não é não.
É só um gesto de amor
É só um gesto de paixão.

Os velhinhos percorreram um estradão.
Contando muitas histórias,
Cantando boas canções,
Lembrando do passado,
Êta tempo bão.
Olhando a chuva chover
Cheirando o cheiro do chão.

Matos
Enviado por Matos em 15/06/2006
Código do texto: T176056

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Matos
Goiânia - Goiás - Brasil, 83 anos
14 textos (707 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 19:01)
Matos