Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Crepúsculo

É ao entardecer...
O sol quase oculto no horizonte,
raios ainda refletem
nas águas do rio.
É neste momento que,
no segundo andar, sentada na cadeira,
sem ninguém por perto,
o filme da rude vida, em reprise.
Sempre ao entardecer...
Lagoas e pântanos, povoados de
Jacarés e sucuris esfomeados.
Coaxar de sapos e rãs,
em orquestra delirante.
Mergulho bem fundo.
Submersa  em meus pensamentos,
 Espelho trincado, que reflete
Crianças correndo na várzea,
vacas, bois, cabras e cabritos
enfileirados, retornando.
Cigarras entoando uma sinfonia no palmeiral.
Olhos umedecem...
Fogo rápido, labaredas ligeiras,
 lambem tudo.
Num  triste adeus,
cinzas negras, ficam para trás.
Toda essa paisagem
é sempre ao entardecer...
Ao entardecer...

Juraci de Oliveira
Juraci Oliveira
Enviado por Juraci Oliveira em 21/05/2005
Código do texto: T18719
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Juraci Oliveira
Pirapora - Minas Gerais - Brasil
90 textos (7879 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 13:46)
Juraci Oliveira