Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto




 O AMOR É ASSIM "

Evaldo da Veiga

Sem grana no bolso ao menos pra comprar uma rosa
Nesses momentos o dinheiro faz falta, com faz
Uma sensação de impotência, mas tem que ir
Mais um passo, sempre
Afinal a vida é generosa, o paletó emprestado
até parecia ser sob medida
Quem é humilde pra aceitar um, aceita dois
E assim veio o sapato um pouquinho grande,
mas nada de grave que um tanto de algodão
na ponta não pudesse resolver
A calça descolou numa troca, era linda
Deu um livro de Inglês sem Mestre
que ele compraria outro, quando pudesse
Ela estava debutando no dia no seu aniversário
E disse: não deixe de ir, não deixe não
Na hora da valsa ela dançou com o pai
e pediu bis à orquestra
Não era nada comum, mas foi ela quem o tirou pra dançar
Que momento difícil, de alegria medo e espanto
Medo de que? Sei lá, era medo
Medo é medo, não precisa explicar
Sentiu olhares hostis, já era esperado
Depois a viu sendo admoestada pelos pais
Momento cruel
Terminada a dança sumiu
Em busca do que, não saiba o que e aonde
Só sabia que um dia chegaria lá.


evaldo.veiga@gmail.com


Evaldo da Veiga
Enviado por Evaldo da Veiga em 26/08/2006
Reeditado em 15/05/2011
Código do texto: T225620

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Evaldo da Veiga
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 73 anos
952 textos (313610 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:43)
Evaldo da Veiga