Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SENTADO NA CADEIRA

Sentado na cadeira eu vejo a meia porta aberta as arvores da praça
Verdes e graciosas a balançar com o vento
Ouço vozes de pessoas, que conversam alegremente
As gotas d'água a derramar do vaso me perturbam
Será que "Nó Cego" estarás a escrever neste momento em Itabuna?
Impossível saber agora
As formigas andam desordenadamente sobre à mesa atraindo a minha visão
Os besouros que outrora pulavam na luz a me chatear, agora estão mortos, dilacerados pelo sol forte da tarde, que não deu para aguentar
Sentado na cadeira percebo que a inspiração desta noite terminou, e assim como às arvores param de balançar, às vozes param de soar e as formigas de caminhar... eu paro de escrever.

L.M.J.
12/10/1998
Leandro Martins de Jesus
Enviado por Leandro Martins de Jesus em 21/10/2006
Reeditado em 21/10/2006
Código do texto: T269931
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leandro Martins de Jesus
Itapetinga - Bahia - Brasil, 36 anos
481 textos (113385 leituras)
2 áudios (79 audições)
6 e-livros (66 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:19)
Leandro Martins de Jesus