Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lamento de alguém que perdeu seu grande amor

A rua estava vazia
Só eu estava a andar
De repente, algo me fez parar
Lembrei-me de um dia
Que estava só você e eu a andar
Pelas ruas de um bairro qualquer

A tristeza me pegou de “sopetão”
Doeu-me o coração
Lembrar-me de seu rosto
Continua sendo um transtorno

Seus olhos azuis
Sempre brilhantes de alegria
Um dia olharam para mim
Brilhando, só que não de alegria
E sim por causa das lágrimas

Lágrimas que expressavam dor
Lágrimas que expressavam que a morte
Estava chegando
Você olhou para mim e disse:
“Eu te amo, mais do que tudo neste mundo”
E fechou os olhos , para nunca
Mais abri-los





Ainda escuto a sua voz,
Não consigo dormir,
Pois dormir é sentir
Que você ainda está ao meu lado
E eu virar para te abraçar
E ver que era imaginação

Lembro-me de como
Chamava-me de “minha princesinha de porcelana”
Quando nos vimos
Pela primeira vez aquela noite
Senti que estaríamos unidos para todo o sempre
Estava certa, pois o amor é forte
Forte como a morte
E nem a morte
Conseguiu nos separar,
Estaremos juntos,
Por toda a eternidade, Amém!  
Rafa Brasil
Enviado por Rafa Brasil em 03/11/2006
Reeditado em 03/11/2006
Código do texto: T280701

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rafa Brasil
Manoel Ribas - Paraná - Brasil, 31 anos
14 textos (909 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:14)
Rafa Brasil