Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Versos antigos

Versos antigos, versos que já vivi,
não pensem que eu os esqueci.
Foram sim guardados no porão-
na casa só entra os com ilusão-
já que vocês me causaram dor no coração.

Meus olhos mudaram,
meus olhos não mais entendem como te aguentaram.
Passou. Eles não ficaram cegos,
até tirei algumas das travas e pregos.
A visão porde não ser perfeita, mas com menos egos.

Eu não consigo ver mais estas borboletas,
que antes, em vocês, com cor de violeta,
eu via-me infestado desses seres.

A coisa mais importante,
que não me esqueço em nenhum instante,
é que vocês segredaram tempos de flores,
em que meu jardim era cheio de bons odores.

Versos antigos, versos que já vivi,
obrigado por ainda estarem aqui.
Eduardo D
Enviado por Eduardo D em 25/02/2012
Código do texto: T3519281
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eduardo D
Brasília - Distrito Federal - Brasil
75 textos (4790 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/11/14 23:16)
Eduardo D



Rádio Poética